© 2016 por BarbaAudioSolutions orgulhosamente criado para educação profissional.

3 coisas que você precisa saber sobre o caminho do som no sistema auditivo

23.09.2015

Muitos engenheiros de áudio são preocupados sobre o caminho do seu sinal de áudio. Observam o tipo de microfone, a acústica de uma sala, o tipo de pré-amplificador, o tipo de conversor,ordem de compressor e equalizador, o cabo, a resposta dos alto-falantes, etc.

 

Se você é um músico então você pode se preocupar com seus pedais de efeitos, as cordas de seu instrumento, as peças da sua bateria, os martelos no seu piano, a palheta em seus instrumentos de sopro, etc.

 

Cada parte do caminho do sinal é meticulosamente estudado e escolhido. A idéia é evitar qualquer ponto fraco que possa afetar negativamente todo o sistema. A última coisa que alguém quer é que um componente venha a comprometer o desempenho.

 

Agora uma coisa que pode ser facilmente esquecida é o caminho do sinal entre sua orelha e seu cérebro. Esta parte do caminho de sinal é chamado ‘’ sistema auditivo ‘’. Todos os sons que você percebe passam por este sistema.

 

1. Deterioração permanente

Todas as pessoas experimentam perda auditiva em níveis relativos ao longo de sua vida. À medida que cada engenheiro de áudio envelhece , os aspectos do seu sistema auditivo permanentemente irão deteriorar-se também.

Perda auditiva é geralmente ligeira ou moderada , mas é comum perder a capacidade perceber as altas frequências ao envelhecer.  No entanto, qualquer perda auditiva vai mudar como um sinal passa através de seu sistema auditivo.

Lição: Lembre-se da perda auditiva e considere-a ao longo de sua carreira. O aparecimento da perda auditiva pode ser adiado evitando a exposição a sons altos durante longos períodos de tempo.

 

2. Compressão Dinâmica do ouvido médio

Além das alterações permanentes e de longo prazo que podem acontecer com o sistema auditivo, há alterações temporárias a curto prazo que podem influenciar no que ouvimos. Um exemplo disso é um mecanismo embutido no seu sistema auditivo para proteger contra perda de audição.

A maioria das pessoas precisam entender que o som entra através da “orelha” (pavilhão auricular) e então encontra o tímpano (membrana do tímpano). Esta parte do sistema auditivo é chamado o ouvido externo.

Depois do tímpano o som entra no ouvido médio. Aqui o som faz vibrar inúmeros e pequenos ossos chamados ossículos. Além de simplesmente passar o sinal através do ouvido médio, os ossículos também fazem parte de um subsistema que realiza a compressão dinâmica se as vibrações são muito grandes.

Anexado ao ossículos são dois músculos: o músculo tensor do tímpano  e o músculo estapédio. Estes músculos são uma parte de um sistema de “detecção”para executar a compressão.
O músculo estapédio irá amortecer os ossículos quando houver grandes vibrações no ouvido médio. Isto tem a função de proteger o sistema auditivo contra os sons muito altos.

Este mecanismo ocorre para sons que fazem mais barulho do que 85 dB SPL. O objetivo é proteger as partes subseqüentes do sistema auditivo, da exposição a sons altos. Portanto, se você ouvir sons altos seu sistema auditivo vai adicionar essencialmente um limitador extra para o caminho do sinal.

Lição: Ouvir sons em níveis mais baixos podem evitar esta etapa extra de compressão dinâmica.

 

3. Campo de percepção do ouvido interno

Depois o som passa através do ouvido médio e atinge o ouvido interno. Esta parte do sistema auditivo é composto principalmente da cóclea. Esta é uma estrutura pequena em formato espiral (imagine uma concha).

Uma função importante da cóclea é realizar uma análise da frequência de som.
Conceitualmente, isso significa que as baixas frequências estimulam os nervos que se conectam em um local da cóclea e altas frequências estimulam os nervos em um local diferente.
Sons tranquilos de uma determinada freqüência criam disparos nervosos em uma região muito estreita da cóclea. O cérebro interpreta a estimulação desta região estreita com uma frequência correspondente.

Sons altos de uma determinada freqüência criam disparos nervosos através em uma ampla região da cóclea. Com isso verificou-se que o cérebro interpreta a estimulação de toda a região com a frequência errada. Portanto, a percepção pode estar incorreta para sons altos.

Lição: A percepção de Pitch é muito mais precisa em volumes menores. Se você estiver executando uma tarefa que exige afinação / uma nota correspondente / etc., tente esta tarefa em volumes mais calmos.

 

VEJA A EXPLICAÇÃO EM VÍDEO:

 
 
Conclusão

Em conclusão, você deve evitar ouvir sons altos. Há motivos a longo e curto prazo para fazer isso. Se você sabe que você estará exposto a sons altos deve proteger a sua audição com protetores auriculares.
É ridículo que há um preconceito associado ao uso de protetores. Se você estiver indo sentar na praia durante todo o dia, você sabe que precisa colocar protetor solar para manter sua pele sem queimaduras. A mesma coisa deve ser com os protetores auriculares. Proteja a sua audição se você tem qualquer desejo de que o percurso do sinal através de seu sistema auditivo funcione corretamente.

Por último, não se esqueça que a capacidade de escuta pode ser melhorada. A interpretação do cérebro ao som pode ser melhorada através do treinamento de audição. Confira apps como Quiztones ou Danley , eles poderão te ajudar.

Tags: ajuste de fase , subwoofer , alinhamento

Please reload

 Siga o #DICASDOBARBA 
  • YouTube - Black Circle
  • Facebook B&W
 POSTS recentes: 

03.09.2019

Please reload

 procurar por TAGS: 
Please reload